O que é ser acólito?

A palavra acólito vem do verbo acolitar, que significa acompanhar no caminho. Dado que se pode acompanhar alguém indo à frente, ao lado ou atrás de outras pessoas, acólito é aquele ou aquela que, na celebração da liturgia, precede, vai ao lado ou segue outras pessoas, para as servir e ajudar.


Quem é que o acólito acompanha e serve?

Em primeiro lugar acompanha e serve o presidente da celebração da missa, que tanto pode ser o bispo como o presbítero; em segundo lugar acompanha e serve o diácono, o ministro extraordinário da comunhão, ou outras pessoas que precisam de ser ajudadas durante a celebração. Noutras celebrações, acompanha e serve as pessoas responsáveis por essas mesmas celebrações.
No fim de ter ajudado o presidente da celebração, também ele tira a sua túnica e a guarda. Enquanto faz tudo isso, agradece a Jesus por ter estado a servi-lo na pessoa dos seus ministros, e pode lembrar-se daquela palavra do Senhor: Tudo aquilo que fizestes a um dos meus irmãos, mesmo aos mais pequenos, foi a mim que o fizestes.
Podemos então dizer que o acólito, desde o princípio até ao fim da missa, acompanha, ajuda e serve o próprio Jesus. Ele não o vê com os seus olhos; mas a fé ensina-o. Um verdadeiro acólito vai descobrindo isto cada vez mais. Se um acólito não o descobre, corre o risco de se cansar de ser acólito. Mas se o descobre e acredita nisso, então vai desejar sempre ser escolhido para acólito, em cada Eucaristia. (in secretariado nacional da liturgia)
Isto significa que ser acólito não é uma obrigação mas um serviço feito com amor, não amor ao pároco, ao catequista ou aos pais mas amor a Jesus, que na Eucaristia se entrega totalmente.
Em Igreja existem diversos ministérios, com as suas funções e responsabilidades e ser acólito é mais uma forma de servir. Estamos habituados a utilizar a palavra servir para definir um trabalho feito por alguém que está abaixo de outra. Mas na realidade, servir ao altar é estar em comunhão com Cristo e com a comunidade de forma ativa, é ajudar e caminhar em conjunto, com um sentido de responsabilidade e amor muito grande e uma forma muito específica de caminhar com a comunidade num momento em que todos se agregam e todos comungam do mesmo Jesus Eucaristia. Se Eucaristia é comunhão e festa, então o acólito é uma das pessoas que ajuda a que essa comunhão e festa seja plena.